29jun 2016

Saiba o que fazer quando seu filho sentir medo

Post por às em Educação, Filhos

Saiba o que fazer quando seu filho sentir medo

O medo em crianças é algo que acontece bastante e é necessário que saibamos o que fazer, para ajudá-los da melhor forma possível. É preciso que os pais escutem o que a criança tem a dizer sobre os medos que sente, e conversem sobre isso, auxiliando o seu filho a lidar e superar os medos. Não devemos negligenciar o que os pequenos sentem e nos dizem, classificando como: “medos bobos”. Todos nós já fomos crianças um dia e sabemos que os medos existem e sofremos muito com eles, por este motivo merecem atenção dos pais.

Quando eu tinha 04 anos, lembro-me que não gostava de dormir com a luz apagada. Pedia para a minha mãe deixar a luz acesa, pois me sentia mais segura dessa forma e assim ela fazia. Não era “obrigada” a dormir com a luz apagada. Meus pais conversaram comigo sobre o assunto, tentaram me fazer dormir com a luz apagada, mas eu me sentia em completo “desespero”, simplesmente não conseguia.

É claro que conforme fui crescendo, o medo foi sendo trabalhado e vencido, mas sem me “forçar”; acho que isso foi muito importante pra mim naquela fase. Muitas crianças sentem medo de dormir no escuro, ou dormir sozinhas, entre tantos outros. Alguns profissionais sugerem que no quarto das crianças tenha um abajur ligado, ou uma luz no corredor, por exemplo para a criança  se sentir mais segura na hora de dormir. O escuro mexe com a imaginação dos pequenos, que imaginam diversos tipos de “coisas”.

Uma outra maneira de ajudar nossos pequeninos nesta fase é lendo ou contando uma história que não faça com que tenham sentimentos de medo, mas sim de alegria, superação… É importante que seja sempre antes de dormir neste caso em especial, para que se sintam motivados e acolhidos. Com certeza o sono vai fluir muito melhor. As crianças sentem medo de personagens como: bruxas, monstros, dos quais eles já viram em livros, desenhos… Devemos explicar que estes, não existem no mundo real, que são apenas contos imaginários…

Alguns especialistas da infância, sugerem que devemos encorajar os nossos filhos a superarem os medos, também ouvindo o que eles mesmos acham que poderiam fazer para superar tais situações. Por exemplo, se sentem medo de cachorros, não fique sempre o protegendo dos mesmos, pois desta forma vão sempre achar que cães são bravos e hostis e pergunte o que contribuiria para que perdesse o medo destes animais. Mas nunca o “obrigue” a ficar perto de um cachorrinho, se ele não quer! Vá conversando e explicando que nem todos os cachorros “mordem” e quando o fazem, quais são geralmente os motivos…

Não é recomendado que os pais contem mentiras para seus filhos, afim de que vençam os medos. Um caso que explica bem esta situação é na hora da vacina. Não se deve  enganar a criança. Conversar sempre é um bom caminho, sem negligenciar os medos dos filhos, o que só vai contribuir para que se sintam desamparados e ainda com mais medo… Nunca chame seu pequeno de “covarde”, “medroso”…. Isso só faz com que se sintam mal e inseguros! Se o medo estiver “fora do controle” pode ser bom buscar ajuda de um psicólogo. E agora me contem, seus filhos sentem medo também de alguma coisa? Comentem por aqui como lidam com a situação….

Beijos maternos, Liri ♥