20jun 2016

08 Medos Comuns na Gravidez

Post por às em Gestantes

08-medos-comuns-na-gravidez

A gravidez é um momento especial, mas também de diversas transformações e novas expectativas na vida da mulher. A ansiedade faz parte e muitas vezes o medo. Muitas mulheres relatam sentir diversos tipos de medo durante o período gestacional. Listei 08 medos mais comuns na gravidez.

1- Aborto Espontâneo

O medo do aborto espontâneo é bastante comum entre as gestantes, mas o risco dele acontecer é de cerca de 20%, sendo que a maior parte ocorre ainda no primeiro trimestre da gravidez. Ou seja, a maioria das gestações prossegue sem maiores problemas. É sempre aconselhável um bom acompanhamento médico desde o início da gestação, pois já foi comprovado que  um pré-natal bem feito, garante o controle de doenças como diabetes e pressão alta, que também contribui para a diminuição do risco de aborto.

2- Machucar o bebê ao fazer sexo

O sexo na gravidez é saudável e pode acontecer desde que não exista restrições médicas para tal. Existem alguns casos em que o obstetra pode proibi-la, mesmo assim não é uma regra: quando a gestante apresenta dilatação antes do previsto, placenta prévia ou risco de parto prematuro.

3- Dor do parto

Muitas mulheres sentem medo da dor do parto, porém existem muitos métodos inclusive naturais e simples, que contribuem na diminuição e no controle da mesma, como: a presença e o apoio de uma doula e/ou do parceiro, massagem, técnicas de relaxamento e respiração, entre muitos outros. É recomendado que a mulher se prepare física e mentalmente para este momento desde a gestação, fazendo exercícios adequados, yoga para gestantes, caminhadas, meditação, etc.

4-  Engordar muito

É importante a prática correta de exercícios físicos, assim como uma alimentação saudável. Os médicos recomendam engordar entre 09 e 12 Kg durante toda a gravidez.

5- Meu corpo nunca mais será o mesmo

O corpo se modifica com as transformações promovidas durante os 09 meses de gestação, porém se a mulher não engordou muito no período gestacional, teve uma alimentação saudável, praticou exercícios físicos será mais fácil voltar ao corpo antes da gestação. Mas vale lembrar que não devemos nos sentir pressionadas a ficar magra logo após o parto. O corpo pode levar em média de 06 meses a 1 ano para voltar a forma que tinha anteriormente. E isso depende muito de cada mulher também, isso não é uma regra.

6- Violência Obstétrica

A violência obstétrica infelizmente é uma realidade e acontece diariamente com muitas mulheres. Para evitá-la é importante pesquisar antes sobre o seu médico, se informar sobre o local escolhido para ser realizado o pré-natal, assim como a maternidade para o dia do parto. Fazer um plano de parto também auxilia bastante.

7-  Não ser uma Boa Mãe

Quando nasce um bebê, nasce uma mãe e também uma nova família. Não existe o manual da “mãe perfeita, da boa mãe”, mas existem muitas orientações de qualidade para ajudar nesta jornada e é claro o bom senso sempre deve permanecer. Se manter  bem informada desde a gestação auxilia muito no empoderamento materno/feminino, para se sentir mais segura de suas próprias escolhas e decisões. É importante confiar em si mesma, no próprio instinto materno.

8- Medo do relacionamento com o parceiro esfriar

Em um relacionamento saudável, sempre deve existir companheirismo, respeito, amor e carinho. A família vai ter que se adaptar a nova rotina depois da chegada do bebê, mas com o tempo tudo vai voltando ao normal… A adaptação vai acontecer. A vida a dois não deve ser deixada de lado. Toda relação é construída diariamente, tente reservar sempre um tempo para se dedicar ao seu parceiro e vice-versa também, além dos filhos.

O que achou da lista? Você sentiu algum outro medo durante a gestação? Conte pra gente!!!

Beijos maternos, Liri ♥

 

comentário(s) via facebook