17nov 2015

A Importância da Lua de Leite para Mãe e Bebê

Você sabe o que é lua de leite?! Ela é o período necessário para que mãe e bebê, possam se conhecer, criar e fortalecer o vínculo afetivo. É como uma lua de mel do casal, sabe? Aquele período em que vocês dois vão apenas se curtir, aproveitando cada momento juntos. A lua de leite já deve iniciar logo que o bebê nasce, pois a amamentação é um dos primeiros vínculos entre mãe e filho. Existem maternidades, que são adeptas da humanização do parto e entendem essa importância do vínculo, do contato pele a pele entre mãe e filho, e também da amamentação. Desta maneira, assim que o bebê acaba de nascer, já é levado para o colo da mãe  para ser amamentado e acalentado.

A lua de leite é muito importante para o sucesso com a amamentação. Neste período é imprescindível, contar com uma boa rede de apoio, com pessoas que realmente vão encorajar e apoiar a mãe, para que ela possa vivenciar momentos de tranquilidade, de muito contato físico e carinho com seu bebê. O que as mães menos precisam nesse momento é de pessoas que ao invés de ajudar acabam atrapalhando. Sabe aqueles familiares que chegam para visitar o bebê e já começam achar mil defeitos na maneira que você está agindo, que fala que você está com uma aparência péssima, que quer te ensinar o que é “certo” e o “errado”? Que ficam reparando como  a casa está bagunçada?! Não, definitivamente, você não precisa disso, nós todas, não precisamos!

a-importancia-dalua-de-leite-para-mae-e-bebe

Você só precisa de pessoas ao seu redor que vão lhe trazer segurança, apoio, empatia, acolhimento. É um momento muito especial entre mãe e bebê, não permita que nada estrague isso. O que não quer dizer, que você não deva receber visitas. Mas não se sinta acanhada se você não quiser. As suas vontades devem ser respeitadas. Se este for o caso,  explique com carinho  aos familiares, amigos, que agora nesse momento, você quer aproveitar para conhecer e curtir o bebê; e que quando passar esta fase, vai receber os visitantes em casa. Vou fazer um relato meu aqui para vocês, nesse sentido. Eu NUNCA, recebi visitas na maternidade de parentes e amigos. Com meus dois filhos foi assim e sei que foi a melhor coisa que fiz.

Sempre preferi recebê-los em casa, após 30 dias. As visitas na maternidade eram restritas apenas ao meu companheiro, filho e minha mãe. Nesse meu caso, sabia que estes iriam me ajudar de verdade e me acolher no que realmente precisasse. Acredito que meus outros familiares sempre compreenderam isso, numa boa. Mesmo recebendo visitas em casa, em média após 30 dias do nascimento dos filhos, confesso que muitas vezes senti vontade de me esconder;  queria descansar, me sentia  muito cansada, invadida e sendo “obrigada” a atender pessoas, sendo que o que queria era ficar deitada com meus bebês; não sentia vontade nenhuma de conversar e fazer “sala”.

a-importancia-dalua-de-leite-para-mae-e-bebe

ASSINE A NEWSLETTER E RECEBA OS PRÓXIMOS POSTS SOBRE O ASSUNTO. SIGA TAMBÉM A ESTAÇÃO MATERNA NAS REDES SOCIAIS:

É uma sensação horrível e de impotência! Hoje, penso que deveria ter esperado em média até dois meses! Pasmem! Vocês podem achar muito, mas a verdade é que cada mãe tem realmente seu próprio tempo  e deve ser respeitada e não julgada pelos outros. O puerpério no geral, não é um momento dos mais fáceis, é uma fase de adaptação, de mudanças. Devemos nos preocupar muito pouco com “visitas” e nos preocuparmos mais em cuidar da gente mesma, da nossa família e do nosso bebê. Quanto mais apoio do parceiro, e de pessoas que realmente vão ajudar; e que não vão somente ficar “palpitando” na nossa vida  é muito melhor. Se preparar para esta fase também é necessário, por exemplo: já deixe uma quantidade de comida congelada para esse período, combine com alguém que possa limpar a casa para você: seu marido, sua mãe… As preocupações externas devem ser deixadas de lado e você só deve se dedicar preferencialmente ao bebê.

Tudo isso, além de deixar nós mães e mulheres, mais empoderadas e praticantes de uma maternagem mais ativa e consciente, ajuda muito para que seja evitada uma depressão pós-parto por exemplo, problemas com amamentação, entre outras coisas. É um momento de adaptação para a nova família que acabou de nascer. Entendo muito a importância disso, e de fato é uma realidade, não é frescura!!! É um momento de pausa para o amor…  É lindo isso, as pessoas ao nosso redor devem também entender a relevância desse ato! Por isso é muito importante que a gente fale sobre esse assunto! Gravei um vídeo falando sobre isso também, assista e me conte o que você  pensa a respeito da lua de leite? Como vivenciou esse período? Compartilhem  suas experiências!!!

Beijos maternos, Liri ♥

 

 

 

 

 

 

 

comentário(s) via facebook