01nov 2015

Dicas para lidar com o ciúmes entre irmãos

Post por às em Cuidados, Dicas, Educação, Filhos, Mães

Todo mundo que tem irmãos, ou mais de um filho; sabe que o ciúmes entre os mesmos, é uma realidade e não um mero mito! Por mais que esse ciúmes, seja algo “controlado” e ocorra em algumas ocasiões, ele de fato existe e acontece. Tenho mais dois irmãos, sou a caçula da minha família. Muitas vezes, quando éramos crianças, por ser a mais nova, senti na pele isso, quando me batiam e se aproveitavam da situação por serem maiores, mais fortes e mais velhos do que eu.  Ainda bem que essa fase já passou e eu perdoei eles rsss.

Não vou negar, que por vezes também senti ciúmes deles. Isso, porque acreditava que meus pais os privilegiavam mais do que eu. Me sentia dessa forma, quando não podia fazer alguma atividade que era mais adequada para a idade deles e não para  a minha. Pensava que minha mãe e meu pai, estavam favorecendo bem mais a eles e não queriam me deixar participar de tais situações. Na realidade, estavam sendo cautelosos. Hoje compreendo o lado deles, mas logicamente que naquela fase, nada entendia.

Tenho um casal de filhos por aqui, acho que muitas de vocês já sabem disso. Acompanho muitas cenas de ciúmes entre os irmãos, muito mais do meu primogênito, com relação a caçula, do que o contrário. Desde que descobri a segunda gestação, o Luka participou muito de tudo, das escolhas das roupinhas, das consultas de pré-natal. Isso fazia com que ele não se sentisse excluído, mas sempre muito participativo e ativo aos acontecimentos da nossa família. Ele  beijou muito a minha barriga, sempre foi bastante carinhoso e  muito empolgado com a ideia de ganhar uma irmãzinha.

dicasparalidarcomociumesentreirmãos

Quando a Lorena nasceu, ele ficou bastante feliz, mas percebi que não entendia a necessidade da irmã estar sempre nos meus braços, no meu colo. Um belo dia, quando a pequena ainda tinha dias de vida, peguei ele ao seu lado no berço, dando um beliscão na irmã!!!! No mesmo instante, conversei com Luka e percebi que ele estava com muito ciúmes. Nessa hora, a conversa foi o melhor caminho. Mesmo assim, ainda o peguei mais algumas vezes machucando-a! Provavelmente ele queria machucá-la porque a via como uma “ameaça”. Agora tinha que dividir a minha atenção e do pai, com a pequenina.

No início, foi um pouco difícil essa situação. O Luka, começou a ficar muito agressivo em casa, o comportamento mudou com a família, inclusive na escola. Em alguns momentos ele falava novamente como um bebê, e ele já tinha 07 anos. Nesse período, tivemos que ter muita paciência, conversar muito com ele e dosar demais os cuidados entre ambos os irmãos. Como a Lorena ainda era recém-nascida,  a minha atenção ficava mais voltada para ela. O que fizemos para não deixar o nosso outro filho de lado, foi que enquanto eu cuidava mais da bebê, o maridão ficava mais atencioso com as necessidades do mais velho.

Hoje em dia, as coisas mudaram bastante. O primogênito é simplesmente louco pela irmã e já não tem mais as atitudes que tinha no início do nascimento da Lorena. Com certeza, em alguns momentos ele ainda tem um pouco de ciúmes, mas acredito que isso sempre vai existir. Mas o que podemos fazer para que eles não se sintam menos amados com relação aos irmãos?!  Com toda a certeza, fornecer muito amor, é sempre essencial, também é importante dosar tudo entre eles, nunca favorecer mais um do que o outro. Devemos ser justos com cada criança, e atender individualmente cada filho. 

dicasparalidarcomociumesentreirmaos

Acredito que são atitudes, das quais temos que estar alertas, porque podemos sim, as vezes, sem nos dar conta; praticar algumas das ações citadas no parágrafo acima. Ter paciência é essencial, promover empatia, prestar atenção as necessidades individuais de cada uma das nossas crianças, é fundamental. Com o tempo, o amor e o companheirismo entre os irmãos vence qualquer barreira. Meus filhos, agora brincam demais juntos, se divertem, fazem muito carinho um no outro, o mais velho protege muito  a menor. É um amor visível e lindo de se ver. Algo inexplicável. Momentos esses que fazem qualquer mãe e qualquer pai, chorar de tanta emoção e felicidade!!!

Portanto, é imprescindível saber lidar com tudo isso e prestar a atenção nas nossas próprias atitudes e na dos nossos pequenos. Ter filhos é algo maravilhoso, e sempre vai existir os prós e os contras de cada situação. Não devemos deixar de ter outros filhos, por medo do ciúmes entre eles, porque como já falei acima, ele acontece, é um sentimento humano, mas nunca deve ultrapassar o amor que deve existir entre irmãos. Porque aí sim, o ciúmes se torna um grande problema. Isto não irá ocorrer, quando educamos as nossas crianças de maneira amorosa, com igualdade e de forma justa. Gravei um vídeo sobre o tema também e você pode assistir abaixo. Não esquece de comentar a sua opinião!!!

Beijos maternos, Liri ♥

comentário(s) via facebook