02mar 2016

Educando os filhos sem violência

Post por às em Brincadeiras, Educação, Filhos

educacao-criativa-e-brincando-que-se-ensina

Educação não é algo fácil, obviamente. É provável que você  pense que mais difícil ainda, seria educar os filhos sem gritar, sem umas boas palmadas. Que um sorriso, uma conversa, um olhar, brincar junto, não resolveria muita coisa, como um modelo para educar as crianças. E aí eu te pergunto: gritar resolve? Brigar resolve? Castigo resolve? Palmada resolve? Ignorar as necessidades dos pequenos resolve?

Se você já experimentou todas essas coisas você sabe que não, não resolve. Na hora pode até funcionar, mas logo em seguida lá está o pequeno fazendo tudo outra vez! Os pais, e a maioria dos adultos, acreditam que precisam ser “duros” com as crianças o tempo inteiro para que elas os “respeitem”. Acreditam que brincar com os filhos, conversar calmamente, não faz com que levem a sério as coisas que dizemos a eles.

Só que é o contrário. Para as crianças, brincar é algo sério. Para os pais que não é, mas para elas é muito sério! Veja como seus filhos se entregam para as brincadeiras; como jogam bola, pega pega, elas seguem as “regras” daquele jogo. Quando alguma criança quebra a regra da atividade, elas não aceitam e corrigem o colega que desrespeitou as normas.

O brincar é a linguagem que elas melhor compreendem, isso desde muito pequeninos, desde que nascem, até dentro do ventre materno especialistas ousam dizer que elas já brincam! Então nada melhor do que agir com elas da forma como elas melhor entendem! Criança não entende direito o que é contrária a forma de comunicação delas (que é justamente a brincadeira), é por este motivo que o autoritarismo, agressão machuca demais as mesmas e é uma violência imensa. Sem dizer que elas não têm nem como se defender de tudo isso, tamanha covardia.

Quando eles brincam, se concentram totalmente naquilo que estão fazendo, se organizam e vivem plenamente o momento presente. Brincar para uma criança é uma forma de entrega. Criança é alegria e precisa viver dessa maneira. Não existe necessidade de ser sério e duro todo o tempo, para a sua criança te respeitar. Por que temos que ser duros com as crianças? Por que não podemos interagir de outra forma? Por que não brincar, falar a linguagem que elas melhor entendem e educá-las de forma mais leve, prazerosa e alegre? Por que não abandonamos o autoritarismo? Tente se lembrar de quando você mesma era criança, qual era a maneira da qual gostava de ser tratada, educada por seus pais? Sua família brincava com você?! Sentia falta disso, desses momentos? Reflita sobre isso!

Devemos lembrar também que as crianças aprendem muito através do exemplo. Seja o exemplo para elas. Se você gritar, agir de maneira autoritária, logo a criança vai agir assim também. Brinque com seus filhos, faça cócegas, corram juntos, tudo isso é ensinar a eles que você os ama, que se faz presente, que os respeita. Esses momentos são inesquecíveis e ficam marcados na memória deles pra sempre! Como é bom brincar não é mesmo? Muitos pais não brincam com seus filhos, ou fazem isso muito pouco. Não sabem que estão perdendo uma ótima oportunidade de conexão com eles e até mesmo de ensiná-los coisas novas. Quando nossos filhos são bebês, ensinamos quase tudo aos pequeninos brincando. Adoramos fazê-los rir. Conforme vão crescendo, vamos perdendo cada vez mais a paciência com eles e nos esquecendo dessa maneira lúdica e universal de ensinar.

educacao-criativa-e-brincando-que-se-ensina

A brincadeira, o riso, nos faz abandonar o autoritarismo e nos torna mais generosos. Já notou que quando os pequenos brigam entre eles, logo eles fazem as pazes novamente com um: Vamos brincar?! Eles não guardam mágoa do que aconteceu entre eles, porque o que realmente importa para eles é brincar, sorrir, ser FELIZ!!! Ser duro, autoritário, é coisa dos adultos; e quando agimos assim com as crianças, fazemos com que elas também se tornem duras. As crianças têm muito a nos ensinar! Por isso vamos brincar muito com nossas crianças e ser felizes também!!

O brincar, o sorrir, a criatividade é uma forma de estabelecer a comunicação e a empatia. Não quer dizer que tudo vire brincadeira! Vou citar um exemplo. Se seu filho fez algo que não deveria fazer. Que não é apropriado para a idade dele ou qualquer outra coisa que não era para ter feito. Você não vai achar graça disso e transformar numa brincadeira. Lógico que não!!! Você vai chamar a atenção primeiro dele de uma forma criativa, que não seja gritando com ele, humilhando-o ou sendo agressivo. Tente olhar para os olhos dele e conversar, estabelecer primeiramente uma boa comunicação, para que ele compreenda de fato o que você quer comunicar.

educacao-criativa-e-brincando-que-se-ensina

As crianças são muito espertas e é difícil chamar a atenção delas. Fazer com que se interessem pelo que estamos dizendo é algo mais difícil ainda. Perceba o que gostam: Se interessam por brincadeiras, piadas, novidades, brinquedos coloridos e atrativos. Elas são exigentes. Se não gostam de algo, de alguém, ou de algum lugar, logo falam, querem ir embora. Crianças são sinceras e é necessário prender a atenção das mesmas. Se não se interessam no que temos para dizer, uma boa comunicação não foi estabelecida.

O que fazemos geralmente para chamar a atenção delas é ameaçar, ignorar, gritar, coagir. Devemos refletir sobre isso. Queremos que nossos filhos nos respeitem de fato, ou tenham medo de nós?! O medo é o oposto do AMOR. Pensemos nisso! O medo afasta e não une; não cria vínculo. O amor cria vínculo e aproxima. Que tal fazer um teste aí na sua casa? Buscar uma educação menos autoritária, o que não significa de jeito nenhum permissiva, apenas uma forma de educar com mais respeito e amorosidade; buscando a conexão, empatia, mais compreensão e estímulo positivo, com mais tempo junto de qualidade. Com muitas brincadeiras em família, com mais participação e mais presença?

Sei que não é tão simples as vezes, mas é possível!!! Este post é um fragmento do e-book do qual desenvolvi que se chama: Educação Criativa é Brincando que se Ensina. Do qual, este mesmo assunto é abordado com mais profundidade. Se você se interessou pelo tema, clique AQUI para adquiri-lo e começar já uma profunda mudança na forma de educar os seus filhos. Qualquer dúvida é só utilizar área de comentários aí embaixo, que terei o maior prazer em ajudar. Comente também o que você pensa sobre o assunto!

Beijos maternos, Liri ♥

comentário(s) via facebook