14out 2015

Meu relato de gravidez não planejada (mas não menos desejada)

Post por às em Filhos, Gestantes, Mães, Pré-parto

Muitas mulheres, casais, gostam de planejar a gravidez por diversos motivos, sejam eles financeiros ou outros. Preferem esperar pelo momento “certo”, aguardar uma maior estabilidade financeira, profissional… Mas a verdade  não querendo ser pessimista, não é nada disso, mas muitas vezes, a realidade é que esperar demais pode nos deixar em uma zona de conforto, uma zona conhecida. Nos fazendo sempre querer “esperar” pelo momento certo. Pode ocorrer que essa estabilidade toda seja alcançada sim, depois que os filhos chegarem. Afinal, eles nos conduzem para uma zona até então desconhecida, nos chacoalham, nos movem de lugar. Não dizem que o amor é a força que move o mundo?! Então! Os nossos filhos são esse amor que nos faz mover o mundo!!

Quando a gravidez não é planejada para um certo momento de nossas vidas, mas mesmo assim ela acontece, ela não é necessariamente menos “desejada” e intensa do que quando é “planejada”.  Digo isso, quando existe o desejo de engravidar. Comigo sempre foi assim, uma vontade muito grande que sempre existiu, desde criança. Apenas o momento não havia sido definido nem por mim e nem pelo meu esposo. Penso que uma gravidez indesejada, é aquela da qual nunca foi pensada, que nunca existiu um desejo de que ela acontecesse. O que não aconteceu no meu caso por exemplo. Desejava muito meus filhos. Só que nenhuma das minhas gestações foi devidamente “programada”.

Nunca tinha pensado: -Vou engravidar no ano de 2007, ou no ano de 2013. Apenas pensava: – Quero muito engravidar um dia, quando as coisas estiverem mais estáveis. Só que engravidei antes da tal estabilidade toda, da qual imaginava. Elas simplesmente foram antecipadas no tempo? Hoje em dia, eu diria que elas aconteceram no tempo certo!  E afirmo com todas as letras: elas foram as melhores coisas que aconteceram na minha vida! As me-lho-res!!! Não estou dizendo que os casais, as mulheres, os homens, não devem planejar o nascimento de seus filhos. Não é nada disso. Calma lá rsss. Só estou dizendo que uma gravidez não planejada pode ser tão “adequada” e necessária, como uma gravidez planejada. A maioria das pessoas tendem a ver somente o lado negativo de uma gravidez que não foi devidamente planejada e não acho que as coisas funcionem somente assim. Sempre sonhei em ser mãe, em ter filhos.

meu-relato-de-gravidez-naoplanejada-mas-nao-menos-desejada

Desde criança, posso afirmar com toda a certeza que esse era um dos meus maiores sonhos. Tinha muita vontade e desejo de ser mãe, será que isso já não é planejar meu futuro?! Queria ser mãe! E agora sou mãe!! Quando conheci meu marido tinha 21 anos, namoramos durante 01 ano, depois noivamos por mais 04 anos e então engravidei! Já morávamos juntos, mas não estávamos casados de papel passado, nem na igreja nada. Apenas no coração, o que para mim sempre foi o mais essencial. Na realidade já existia uma certa estabilidade.  Já havíamos unido as escovas de dente e os corações rsss.

Logicamente queria me casar, me estabilizar profissionalmente e tantas outras coisas que a maioria das pessoas e casais desejam. Nos casamos quando engravidei do primogênito, mas não na igreja, somente no cartório. Ainda penso em me casar com uma cerimônia realizada na praia, ou no campo, de pés no chão, com meus filhos trazendo as alianças…. Quem sabe?! Aguardem cenas dos próximos capítulos rs.

Mas vamos voltar ao assunto da gravidez “não planejada”. Da primeira vez que engravidei, eu e meu companheiro falávamos muito em filhos, mas não havíamos planejado para aquele momento do qual engravidei. Tinha acabado de entrar na faculdade, ficamos muito felizes quando nos descobrimos “grávidos”, mas não vou negar que cheguei a pensar que o momento talvez não fosse o mais adequado. Acreditava que a gravidez poderia atrapalhar meus “planos profissionais”, minha faculdade, alguns sonhos que ainda gostaria de concretizar. Só que correu tudo bem. Meus filhos viraram minha vida do avesso e foi aí que descobri que o avesso era o meu lado mais certo!

meu-relato-de-gravidez-nao-planejada-mas-nao-menos-desejada

Consegui me formar, aliás cursei duas faculdades (uma de teatro e outra de jornalismo). As duas depois que meus filhos nasceram, porque também nasceu uma força em mim da qual desconhecia totalmente. Uma vontade de lutar e vencer a cada dia mais.  Uma garra que achava que tinha, mas que na verdade ainda não existia e que alcancei sim, sem sombra de dúvidas depois da chegada dos meus filhos.

Amadureci muito. Aprendi demais. Me transformei por completo. Para melhor. Sempre buscando ser um bom exemplo para meus pequenos, mesmo não sendo perfeita é claro, já que tentamos, mas todas nós mães cometemos erros. Da segunda vez, estava no último ano da faculdade de teatro, quando me descobri grávida novamente. Fiquei muito feliz com certeza; mas novamente pensei que não era o momento apropriado, que poderia atrapalhar minha conclusão de curso, minha carreira profissional.

Mais uma vez fui surpreendida por toda a energia de força, garra, da qual me abateu novamente. Acredito que é essa energia vital, a força da vida mesmo que faz tudo isso, é uma transformação tão intensa que nos faz sair do confortável e nos conduz a novos lugares, que ainda estavam desconhecidos, nos faz sair realmente do lugar-comum, para o lugar-incomum, nos traz aquele chacoalhão,  do qual precisamos para novas conquistas.

meu-relato-de-gravidez-nao-planejada-mas-nao-menos-desejada

É como se alguma coisa nos dissesse: -Ei e agora?! Você vai continuar a sua vidinha desse jeito? Se mexa, faça acontecer, você tem uma vida aí com você!!! Você não está mais sozinha!!! Sinceramente não creio no “mero acaso”. Creio sim, que as coisas têm um motivo de ser, de acontecer. Consegui me formar sim, trabalhar, mas é claro que muitas coisas mudaram na minha vida. Meus filhos me devolveram sonhos que havia esquecido e até “desistido”.

Eles me fizeram alçar mais um degrau do qual achava não ser mais possível. Me fizeram conhecer ainda mais minha força de mulher, de guerreira e me provou que sempre podemos atingir o patamar que almejamos. Meus sonhos profissionais não foram deixados de lado, como muitos pensaram. Hoje em dia trabalho em casa empreendendo, e consegui reunir todos os meus conhecimentos com esse blog, que é nada mais nada menos dedicado aos meus filhos, a todas as crianças e mulheres.

Tenho a possibilidade de ajudar muitas mães, compartilhando minhas experiências, posso atuar no meu ramo jornalístico, escrevendo textos, gravando entrevistas para o canal do youtube e até atuar em alguns vídeos mais cômicos, colocando meu lado atriz em prática rs. E o melhor de tudo, posso ser mãe em tempo integral. Meus filhos não me atrapalham, mas me ajudam muito. Nem a Lorena e nem o Luka, me atrapalham. Eles não são meus problemas, mas as minhas soluções. Eles são a minha força motriz, minha motivação constante para levantar todos os dias e dizer a mim mesma: – HOJE O DIA VAI SER MELHOR DO QUE FOI ONTEM!!!!

meu-relato-de-gravidez-nao-planejada-mas-na-omenos-desejada

Minhas crianças me impulsionam sempre para o melhor lugar, para onde devo estar, para o lado da luz, para o lado do amor, para o lado do bem. Só tenho a agradecer. Gratidão aos meus filhos. Eles não foram planejados, mas não menos desejados e amados. Entendi que os dois vieram no momento certo, me levando para  a concretização dos meus sonhos mais profundos. Estou no meu lugar, estou em paz. Gratidão, gratidão!!!

Espero com esse relato mostrar a muitas mães que passaram ou estão passando por essa situação, que os seus sonhos não serão deixados de lado, se assim vocês quiserem; e que vocês vão descobrir uma força interna da qual jamais foram capazes de sonhar…. Nossos filhos têm esse poder sobre nós, de nos trazer tanta força, novos e velhos sonhos, de nos renascer, fortalecer, de nos dar energia e amor, muito amor…. Tenho certeza de que vocês não serão mais capazes de se imaginar sem seus filhos….Ufa, é isso; chorei escrevendo esse texto, me emocionei mesmo… Os filhos são o que existe de melhor em nós…

Sabe, muitas vezes somos julgadas e até mesmo nos julgamos se passamos por uma experiência de gravidez não planejada. É claro que os filhos exigem cuidados, vamos ter gastos com eles, mas também não precisamos estar milionárias para isso acontecer, para conseguirmos cuidar deles, dar atenção, carinho, amor. Não precisamos nos cobrar demais. Existe uma frase que diz assim: “O mestre aparece quando o discípulo esta pronto”. Acredito sim, que se engravidei é porque estava pronta.  Muitas pessoas podem nos dizer: -Nossa! Foi engravidar justo agora, a vida não será mais a mesma, os sonhos acabaram!!! Quero somente responder uma coisa para essas pessoas: – Que vocês que dizem isso, não sabem o que estão dizendo… Com certeza a vida não será mais a mesma, será muito melhor e os sonhos, ah os sonhos!!!! Eles só estão apenas começando!!!!!!

Beijos maternos, Liri

 

comentário(s) via facebook

5 comentários deixe um →

  1. Mariana Hanauer

    Meu Deus como me indentidiquei com cada palavra desse texto. Acabei de descobrir q estou grávida, namoro a um ano.. tenho 20 anos.. minha mãe nao aceitou minha gravidez.. disse que joguei minha vida no lixo. Nao posso e nao quero acreditar nisso. . Acho que a vinda desse bebê vai me fortalecer para realizar todos os meus sonhos.. na vdd um deles ja esta aqi.dentro de mim, sempre me imaginei sendo mãe, nao foi planejado.. esse nao seria o melhor momento.. mais estou muito feliz . Parabéns pelo texto.. me emocionei <3

    Responder
    • Liri Bauer

      Que lindas palavras querida! Agora quem me deixou emocionada foi você! Com certeza este bebê vai te trazer muitas alegrias!!! Um beijo muito carinhoso em vocês <3

      Responder
  2. Graziela

    Bom dia…
    Que lindo texto!!!
    Sinceramente o que eu precisava no dia de hj…na verdade sou mãe de um casal já,o primeiro foi sem querer querendo,rs,mas meu sonho,assim cm o seu sempre foi ser mãe,só que achei que demoraria mais para engravidar,e a gravidez aconteceu 1 mês depois que parei com a pilula,uma bela surpresa!!!A segunda foi mto desejada,pois levei 1 ano pra engravidar da minha florzinha e tive ameaço de aborto…meus filhos são a minha vida…meu sonho realizado!!!
    Sempre quis ter 3 filhos…mas depois dos filhos nascidos e certas dificuldades que enfrentei resolvi desistir desse sonho…e tb por ouvir da família toda e amigos que era loucura ter mais que 2 filhos hj…mas acontece que esse sonho ficou adormecido dentro de mim…procurei me realizar como pessoa,profissionalmente assim que minha caçulinha começou a dar menos trabalho,rs,e agora em meio a tantos projetos de vida,da minha independência profissional,eis que me vejo remando contra a maré novamente!Sempre tive problemas com anticoncepcional,passo mto mal…mas o medo do terceiro sempre foi grande…de não dar conta…do que os outros falariam…enfim…mesmo passando mto mal insisti…Até esse fim de semana…decidi que não vou mais remar contra a maré…vou deixar a vida acontecer e parar de planejar cd segundo dela…e em busca de relatos de terceira gravidez encontrei seu texto…e confesso que estou mto emocionada…falou mto cmg…principalmente a garra que vc teve em fazer tanta coisa na gestação e após o nascimento dos filhos…percebi que não vou deixar de existir se ela acontecer,vou estar realizando um sonho antigo,adormecido e vou ter mais força do que venho tendo…obrigada por compartilhar…me sinto mais leve
    ..mais em paz…mais tranquila…que seja feita a vontade de Deus pra minha vida!!!
    Deus abençoe vc e sua família…grande abraço!!!
    Graziela…

    Responder
    • Liri Bauer

      Que lindo relato Graziela…. Me emocionei também com o que escreveu. Tenha certeza de que nossos filhos são energias sagradas que nos impulsionam para um patamar muito mais elevado e cheio de amor…. Beijos querida em você e sua família <3 <3

      Responder
      • Graziela

        Amém!!!
        Bj!!!

        Responder